O fim dos likes e seus impactos Feat. José Telmo

likesinstagramPassados cerca de dois meses desde que o Instagram resolveu retirar a contabilidade de likes da vista dos seguidores, resta uma pergunta: a atitude da empresa, alegando trabalhar em prol de um comportamento menos narcisista dos usuários e com o intuito de beneficiar os conteúdos que realmente agregam valor, de fato está rendendo seus frutos? Ou a mudança é apenas mais uma forma de reduzir o alcance orgânico dos produtores e influenciadores que vivem de um grande volume de seguidores, forçando-os assim a gastar mais dinheiro com campanhas patrocinadas?

No #businessdrops desta semana, Bruno Garcia recebe José Telmo (@josetelmo), fera no marketing digital, para discutir um pouco mais sobre a mudança desta mecânica que afeta a principal rede social da atualidade, e sobre os efeitos tanto para quem atua baseado em conteúdo orgânico quanto em abordagens inorgânicas. Grandes influenciadores que vivem deste efeito avalanche provocado pela contabilidade de likes já estão sentindo na pele a mudança? E como fica o rankeamento do conteúdo do ponto de vista do usuário, haja vista que, para o bem ou para o mal, o número de curtidas servia minimamente como parâmetro de popularidade?

Estas e outras questões estão na coluna desta semana. Confira! #talk2biz #business  #digital #marketing #conteúdo #redessociais #instagram #facebook #empreendedorismo #pesquisa #mercado #consumidor #comportamento #gestao #inovacao #carreira #competicao #talk2business

Ouça agora!

Postado por Bruno Garcia.