Coin07 – A guerra dos clones 8 Bit no Brasil Feat. Ricardo Lira

No #Coin2Business de hoje, Bruno Garcia (@bruno_talk2biz) recebe mais uma vez Ricardo Lira, entusiasta e pesquisador sobre jogos eletrônicos, para falar sobre a guerra dos clones de 3º geração no Brasil. Até o final dos anos 1980, vigorava no país uma política de reserva de mercado com o suposto intuito de proteger a indústria nacional de eletrônicos e fomentar o desenvolvimento de patentes.

A chamada Política Nacional de Informática propiciou, entre outras coisas, a ascensão de um exército de clones do Nintendo 8 Bit (NES, nos Estados Unidos, e Famicom, no Japão): aparelhos produzidos via engenharia reversa que replicavam o hardware original e utilizam seus jogos, isso sem pagar qualquer tipo de royalties ou licenciamento aos fabricantes originais. Seu principal representante, o Phantom System, produzido pela Gradiente (que depois recebeu oficializou a parceria com a própria Nintendo) foi o principal concorrente do Sega Master System, produzido pela TecToy, além de enfrentar uma dúzia de outros clones de baixo custo, que inundaram o mercado nacional.

Como este período curioso ajudou a democratizar os games de terceira geração no Brasil? Quais foram os principais clones produzidos? Como isso abriu caminho para a Nintendo finalmente entrar no mercado nacional?

Não deixe de ouvir!

#games #mercado #podcast #coin2business #talk2biz #atari #atari2600 #nintendo #gradiente #sega #tectoy #mastersystem #phantomsystem #nes #famicom #playtronic  #clones #reservademercado #estratégia #business #inovacao #videogame

Ouça agora!

Apple – SpotifyGoogle Podcasts – DeezerBreakerRadioPublic – AnchorFeed

Também estamos no Youtube!

Postado por Bruno Garcia.