Como analisar estímulos emocionais e sensoriais no consumidor?

No #talk2biz desta semana, Bruno Garcia (@bruno_talk2biz) responde a uma pergunta de ouvinte e fala sobre pesquisas junto ao consumidor e sobre quais as melhores metodologias quando se tenta mensurar o impacto de abordagens emocionais e sensoriais junto ao consumidor. Por englobarem elementos de natureza subjetiva, será que as pesquisas tradicionais, com recortes numéricos e … Continue lendo Como analisar estímulos emocionais e sensoriais no consumidor?

Emocional ou racional: o que prevalece nas compras?

No #talk2biz desta semana, Bruno Garcia (@bruno_talk2biz) responde à pergunta do ouvinte Adriel Sales, estudante de Marketing, que questiona sobre apelos racionais e emocionais na hora da compra. Será que as pessoas sempre compram com a emoção e depois apenas tentam justificar com a razão? Até que ponto podemos classificar um consumo como mais racional … Continue lendo Emocional ou racional: o que prevalece nas compras?

Inesquecível ou relevante: o que é possível em campanhas de Comunicação de Marketing?

No #businessdrops desta semana, Bruno Garcia (@bruno_talk2biz) analisa a principal encruzilhada da Publicidade atual. Será possível ainda hoje criar campanhas inesquecíveis? Por outro lado, construir uma comunicação de marketing relevante gera os mesmos resultados? Qual a diferença entre uma e outra abordagem? Como a mudança de contexto e a evolução de novas mídias impactou na … Continue lendo Inesquecível ou relevante: o que é possível em campanhas de Comunicação de Marketing?

Empresas devem priorizar o neuromarketing em suas estratégias?

No #businessdrops desta semana, Bruno Garcia (@bruno_talk2biz) desmistifica o termo neuromarketing e fala sobre a sua real aplicação nas estratégias mercadológicas para tornar produtos, serviços e marcas mais aceitas pelo consumidor. Começando por derrubar as principais lendas a respeito do termo (como a sua capacidade de ativar gatilhos mentais que transformem as pessoas em compradores … Continue lendo Empresas devem priorizar o neuromarketing em suas estratégias?